fotos & focos: 24 terminam mestrado em filosofia em Medellín

maestria

Mestrando de filosofia terminaram o curso na UPB ( Universidade Pontifícia Bolivariana), em Medellín. Boa parte das teses mereceram louvor e também publicação nas revistas da Universidade.

maestria1

Posted in Arautos do Evangelho | Leave a comment

Fotos&Focos: Bogotá 1a. Pedra da igreja dos Arautos

pedra2
Monsenhor Héctor Cubillos Peña celebrou a Santa Missa e abençou a Primeira Pedra da igreja dos Arautos do Evangelho em Bogotá com a participação de mais de 2.000 pessoas.pedra3
Posted in Arautos do Evangelho | 1 Comment

Igreja africana:contagem decrescente para o Sínodo

A pouco mais de um mês do início do Sínodo dos Bispos Africanos, o Arcebispo Edward Tamba Charles, de Freetown e Bo, na Serra Leoa, lançou um apelo pela reconciliação, justiça e paz, justamente, os temas do encontro.
sinodo
A Serra Leoa organizou um seminário onde recordou a experiência de violência e conflitos em muitos países africanos – Libéria, Costa do Marfim e Serra Leoa viveram uma terrível guerra civil, que causou perdas incalculáveis em termos de vidas e de bens.

“As feridas da guerra estão à vista de todos. Ainda recordamos o sofrimento vivido”, afirmou o Arcebispo, preocupado com a possibilidade que se possam repetir. Segundo o arcebispo, os factores desencadeadores ainda persistem, como o desemprego juvenil, o desrespeito das leis, a corrupção, e a injustiça.

“É como se não tivéssemos aprendido nada com as guerras civis do passado, estamos a fazer o mesmo caminho, lamentou.

O seminário foi organizado pela associação alemã para a cooperação com o desenvolvimento, em colaboração com a Comissão Justiça e Paz alemã e a Arquidiocese de Freetown e Bo.

Com o tema “Recordações, verdade e justiça: confrontar-se com o peso do passado”, o evento teve a participação de europeus, sul-americanos e asiáticos.

Entretanto, outras iniciativas vão sendo organizadas com vista ao Sínodo. Em Roma, esta quinta-feira, dia 10, vai ser organizado um encontro com jornalistas italianos sobre «Reconciliação, justiça e paz para África». A organização é da Conferência dos Institutos Missionários italianos e da União Católica de Imprensa italiana.

Também em Roma, a 1 de Outubro, vai ter lugar um encontro para reflectir sobre a atualidade africana, com a presença de D. Laurent P. Monsengwo, Arcebispo de Kinshasa, J. Léonard Touadi, um deputado do parlamento italiano e outros intervenientes do mundo missionário e de África.

Nos dias em que decorre o Sínodo, marcado para o Vaticano, entre 4 e 25 de Outubro, o movimento juvenil missionário, vai organizar todas as noites, um encontro de oração e de vésperas, com a presença de delegados do Sínodo que irão apresentar alguns aspectos da Instrumentum Laboris, e fazer um breve partilha de vida.

Recorde-se que tema que vai reunir o episcopado africano é «A Igreja em África ao serviço da reconciliação, da justiça e da paz».

Recorde-se que D. Jorge Ortiga, Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa vai participar nos trabalhos do Sínodo Africano.

Posted in África, apostolado, Arautos do Evangelho, arcebispo, católico, Church, Mozambique, Papa | Leave a comment

A importância do silêncio

Bento XVI pede tempo para fazer silêncio

Bento XVI sublinhou hoje a importância de nos dias de hoje “fazermos silêncio para escutar a voz de Deus, na oração e na meditação da Sagrada Escritura”.

O Papa deixou nesta manhã a Residência Apostólica de Castel Gandolfo, onde se encontra em período do Verão, e foi ao Vaticano para a habitual audiência geral das Quartas-férias, que decoreu na Sala Paulo VI.

Prosseguindo a evocação de figuras históricas desdesilencio o início da Igreja, Bento XVI recordou a figura de Pedro Damião. Evidenciando o exemplo deste eremita, Bento XVI evidenciou que a vida eremita “pede uma constante oração, um silêncio, um exercício de uma caridade fraterna e uma obediência sempre pronta e disponível”.

“A vida eremita é por isso, o vértice da vida cristã”, constatou, salientando que também nos dias de hoje, este exemplo é necessário.

“A íntima união com Cristo é dirigida não apenas aos monges, mas a todos os baptizados individuais. Este é um forte apelo para nós, para que não nos deixemos absorver totalmente pelas actividades, pelos problemas do diários e pelas preocupações, esquecendo que Jesus tem de ser verdadeiramente o centro de nossas vidas”.

O Papa explicou que Pedro Damião colocou na cruz o centro de toda oração. “A cruz é o mistério cristão que mais encanta e, o exemplo de São Pedro Damião, deve também impulsionar-nos a olhar para a cruz como o supremo acto de amor de Deus para com o homem, que nos deu a salvação”.

Finalizando, Bento XVI frisou que o exemplo de Pedro Damião chama todos a caminhar em direcção à “santidade, livres dos problemas mundanos”.

Aos doentes, aos jovens e aos jovens casais o Papa lembrou a celebração litúrgica de da Natividade da Virgem Santa Maria. “O II Concílio Vaticano indicou Maria como a que precede o caminho da fé porque acreditou na palavra do Senhor. Maria é dona de uma fé madura para os jovens, uma esperança sólida para os doentes e um amor sempre profundo e duradouro para os jovens casais”.

Nas saudações finais o Papa, dirigiu-se ao grupo de língua portuguesa, cumprimentou os portugueses e os brasileiros “Ribeirão Pires e Rio de Janeiro, e à Comunidade Palavra Viva, convidando a todos vós que viestes a Roma a renovar o propósito de ter Jesus Cristo como o verdadeiro centro de vossas vidas. Obrigado pela visita! Que Deus vos guarde e abençoe”. (Eclesia)

Posted in África, Arautos do Evangelho, Papa, religião, Vaticano | Leave a comment

Duas viagens, novos santos e o Sínodo africano

aaa13

Divulgado calendário de actividades do Papa até Novembro

Duas viagens, o Sínodo da África e a proclamação de novos santos são algumas das actividades mais importantes de Bento XVI vai ter entre Setembro e Novembro.

Segundo informação disponibilizada pelas Sala de Imprensa do Vaticano, Bento XVI vai ordenar bispos no próximo Sábado, 12 de Setembro, na Basílica Vaticana.

Entre os dias 26 e 28 de Setembro, o Papa visita pela primeira vez a República Checa.

Bento XVI inaugura, dia 4 de Outubro, o 2º Sínodo da África e a 25 de Outubro, na Basílica Vaticana, encerra a assembleia dos bispos africanos.

No Sábado, 10 de Outubro, na Sala Paulo VI, às 18h, o Papa preside à oração do Terço com os universitários de Roma. No dia seguinte, 11 de Outubro, na Praça de São Pedro, às 10h, o Bento XVI vai canonizar os beatos Zygmunt Szczesny Felinski, Francisco Coll y Guitart, José Damião de Veuster, Rafael Arnáiz Barón e Marie de la Croix (Jeanne) Jugan.

Na Quinta-feira, 5 de Novembro, o Papa preside, como é tradição, no altar da Cátedra da Basílica Vaticana, à eucaristia por sufrágio dos cardeais e bispos falecidos ao longo do ano.

O calendário público do Papa divulgado pela Sala de imprensa termina com a visita pastoral, a 8 de Novembro, de Bento XVI a Bréscia (Itália), local onde o Papa Paulo VI nasceu.   (ECLESIA)

Posted in África, Arautos do Evangelho, Church, Papa, religião, Vaticano | 1 Comment

A carmelita filósofa

 A Universidade Pontifícia Bolivariana convida a todos para um seminário sobre Santa Benedita da Cruz em: Cátedra Edith Stein – Diálogo Fé – Razão  na vida e na obra de Edith Stein. Entre os vários conferencistas encontramos, Arauto, Diácono Diego Cubides Umba, EP, que tratará sobre o tema: A metafísica na alma de Edith Stein.

A santa de hoje também é conhecida pelo nome de Santa Edith Stein. Juntamente com Santa Brígida e Santa Catarina de Sena é uma das “Patronas da Europa”. Beatificada a 1 de Maio de 1987, acabou sendo canonizada 11 anos depois, a 11 de Outubro de 1998, pelo Papa João Paulo II.

Última de 11 irmãos, nasceu em Breslau (Alemanha), a 12 de Outubro de 1891, no dia em que a família festejava o “Dia da Expiação”, a grande festa judaica. Por esta razão, a mãe teve sempre uma predileção por esta filha.

O pai, comerciante de madeiras, morreu quando Edith ainda não tinha completado os 2 anos. A mãe, mulher muito religiosa, solícita e voluntariosa, teve que assumir todo o cuidado da família, mas não conseguiu manter nos filhos uma fé viva. Stein perdeu a fé: “Com plena consciência e por livre eleição”, ela afirma mais tarde.
Edith dedica-se então a uma vida de estudos na Universidade de Breslau tendo como meta a Filosofia.

Os anos de estudos passam até que, no ano de 1921, Edith visita um casal convertido ao Evangelho. Na biblioteca deste casal ela encontra a autobiografia de Santa Teresa de Ávila. Edith lê o livro durante toda a noite. “Quando fechei o livro, disse para mim própria: é esta a verdade”, declarou ela mais tarde.

Em Janeiro de 1922, Stein é batizada e no dia 02 de Fevereiro desse mesmo ano é crismada pelo Bispo de Espira. Em 1932 é-lhe atribuída uma cátedra numa instituição católica, onde desenvolve a sua própria antropologia, encontrando a maneira de unir ciência e fé. Em 1933 a noite fecha-se sobre a Alemanha. Edith Stein tem que deixar a docência e ela própria declarou nesta altura: “Tinha-me tornado uma estrangeira no mundo”. E no dia 14 de Outubro desse mesmo ano, entra para o Mosteiro das Carmelitas de Colônia, passando a chamar-se Teresa Benedita da Cruz. Após cinco anos, faz a sua profissão perpétua.

Da Alemanha, Edith é transferida para a Holanda juntamente com sua irmã Rosa, que também é batizada na Igreja Católica e prestava serviço no convento. Neste período do regime nazista, os Bispos católicos dos Países Baixos fazem um comunicado contra as deportações dos judeus. Em represália a este comunicado, a Gestapo invade o convento na Holanda e prendem Edith e sua irmã. Ambas são levadas para o campo de concentração de Westerbork.

No dia 07 de Agosto, ela parte para Auschwitz, ao lado de sua irmã e um grupo de 985 judeus. Por fim, no dia 09 de Agosto, a Irmã Teresa Benedita da Cruz, juntamente com a sua irmã Rosa, morre nas câmaras de gás e depois tem seu corpo queimado.
Assim, através do martírio, Santa Teresa Benedita da Cruz, recebe a coroa da glória eterna no Céu.

Posted in África, Arautos do Evangelho | Leave a comment

O nome daquela que teve o mais Sublime dos Nascimentos

Dizia um venerável Sacerdote: “Bendito seja o dia em que nasceu bendita sejam as estrelas que a viram pequenina; a Vigem Santíssima.”
Que mais belo dos nascimentos! Aquela que deveria ser o encanto dos anjos e da humanidade inteira, a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo, o sustentáculo danasc1 Santa Igreja, nasce com o mais sublime dos nomes: Maria a sempre Santa. Nome este tão e tão excelso que da terra não foi encontrado e nem sequer inventado pelo entendimento ou pelo arbítrio dos homens, como se da com os outros nomes. Nome este que é todo cheio de Divina doçura, nasc2alegria para o coração, mel para a boca, melodia para o ouvido de seus devotos. Nasceu pura. Limpa, formosa e cheia de graças, em substância, nasceu como os demais filhos de Adão, mas com tais condições e particularidades da graça, que este nascimento foi admirável milagre para toda a natureza e eterno louvor de seu autor.

São João Damasceno diz, a respeito, que o nascimento de Maria foi”a natividade da alegria do mundo inteiro”.

Nela se encarnou o Filho de Deus, Redentor do gênero humano. Na Natividade da Virgem Maria é normal venerarmos também São Joaquim e Santa Ana, de quem Ela nasceu. Foram dignos pais e educadores da Virgem Maria. Só por este fato podemos imaginar sua santidade extraordinária. A Igreja celebra com alegria jubilosa, em agosto e setembro, duas importantes festas de Nossa Senhora: a Natividade e a Assunção. E nos convida a que todos experimentemos a mesma alegria.

Gregório Fernando Nguenha
Posted in África, ambiente, apostolado, castidade, católico, Church, Igreja, Nossa Senhora | Leave a comment

fotos & focos: A Virgem e o ônibus

 

 

onibusonibu1

Muitos coletivos na cidade da Eterna Primavera, como é conhecida Medellín-Colômbia têm estampado uma devoção a Virgem Maria. Mostrando, assim, a profunda devoção mariana desse povo.

Posted in África, Igreja, Nossa Senhora, Nossa Senhora do Carmo, religião | Leave a comment

Cardeal Humes critica padres "funcionários"


Prefeito da Congregação para o Clero encerrou Simpósio nacional, em Fátima

O Prefeito da Congregação para o Clero, cardeal Cláudio Hummes, afirmou esta manhã (4 de Setembro) em Fátima que alguns padres fizeram um encontro “insuficiente e superficial” com Jesus Cristo e converteram o ministério ordenado recebido “numa espécie de profissão eclesiástica, que desenvolvem como funcionários que aprenderam a fazer a função”.

O Cardeal brasileiro falava na conferência de encerramento do VI Simpósio do Clero de Portugal. Na ocasião, pediu aos padres que sejam missionários.

Na intervenção, o responsável do Vaticano referiu que a cultura actual “promove uma descristianização, por demais visível, na maioria dos países cristãos, especialmente no Ocidente”. Neste contexto, caiu também o número de vocações sacerdotais e a quantidade dos padres “reduziu-se drasticamente”, seja pela falta de vocações seja pelo “influxo do ambiente cultural em que vivem”.

Ao longo de 4 dias e subordinado ao tema «Reaviva o Dom que há em ti», o VI Simpósio para o Clero reuniu, em Fátima, mais de 800 padres de todas as dioceses de Portugal. Depois de uma breve análise do mundo contemporâneo, o Cardeal Cláudio Hummes sublinha que “não devemos nem desencorajar-nos nem ter medo da sociedade actual nem, simplesmente, condená-la”.

Ontem, num encontro com os jornalistas, o cardeal brasileiro realça que “se deve voltar sempre à identidade que Cristo instituiu: ser pastor e guiar a comunidade”. Esta é uma tarefa urgente que “os últimos papas não se cansaram de insistir”. “Existe um novo paganismo e não é suficiente que nós procuremos manter o rebanho já existente” – afirma. E acentua: “Não podemos limitar-nos a atender e evangelizar as pessoas que nos procuram na Igreja e na casa canónica”.

Interpelado pelos jornalistas sobre a questão do celibato, o Prefeito da Congregação para o Clero sublinha que a “Igreja continua firme e para ela é clara que o celibato é um dom e carisma – e também uma lei eclesiástica – dado por Deus”. Durante o período formativo no seminário, é “fundamental perceber se ele recebeu o carisma do celibato”. Se isso não aconteceu, o candidato “não pode ser ordenado por mais que tenha outras boas qualidades”.

Na conferência de encerramento – subordinada ao tema «Renova nos seus corações o espírito de santidade» – o cardeal Cláudio Hummes disse aos participantes que a “missão é urgente” e constitui também “uma das oportunidades mais eficazes para renovar a vida sacerdotal”.

Agência Ecclesia – Luís Filipe Santos

Posted in África, Papa, religião, Vaticano | Leave a comment

Defesa de Tese

Estudantes, Arautos, da Universidade Pontifícia Bolivariana em Medellín começam seu ciclo de defesa de tese.

tesis

Posted in Arautos do Evangelho | Leave a comment

Coroação da Rainha

Após sua gloriosa Assunção, a Bem-aventurada Virgem Maria foi coroada pela Santíssima Trindade como Rainha dos homens, dos Anjos e de todo o Universo.

corTal se nos mostra Maria na glória celestial, como cantava o Rei de sua Mãe, assim canta Deus de Nossa Senhora: “Sentada à direita de seu Filho querido” (3 Reis, 2, 19), “revestida do sol” (Apoc. 12, 1), cercada de glória “como a glória do Filho único de Deus” (Jo. 1, 14), pois é a mesma glória que envolve o Filho e a Mãe! Ele nos aparece tão belo! E ela como se nos apresenta suave e terna em seu sorriso de Mãe, estendendo-nos os braços, num convite amoroso, para que vamos a Ela e possamos um dia partilhar de sua bem-aventurança!

 

Tal realeza, comenta o Pe. Roschini, é o resultado necessário da mesma missão a que foi predestinada por Deus, e que constituiu cor2a razão de sua existência: a missão de Mãe do Criador e das criaturas, e de Medianeira entre Aquele e estas últimas. Ela nasceu Rainha, porque para tal foi predestinada ab ab eterno, uma vez que foi eleita por Deus, desde toda a eternidade, para a singularíssima e transcendental missão de Mãe e Medianeira universal: os dois títulos fundamentais de sua realeza.

 

Os Padres do Oriente e do Ocidente com freqüência chamaram Maria Domina, Regina, Regina nostrae slautis, por exemplo, no Oriente, Santo Efrém, São Germano de Constantinopla, Santo André de Creta, São João Damasceno. No Ocidente, entre outros, São Pedro Crisólogo, o venerável Beda, Santo Anselmo, São Pedro Damião, São Bernardo, Santo Idelfonso, Ricardo de São Lourenço. 

cor5Seus títulos de Soberana aparecem amiúde nos escritos dos teólogos, em Santo Alberto Magno, São Boaventura, São Tomás, Gerson, São Bernardino de Siena, Dionísio o Cartuxo, São Pedro Canísio, Suárez, São Roberto Belarmino, São Luís Maria Grignion de Montfort. Os soberanos Pontífices sempre empregaram as mesmas expressões.

 

A liturgia romana e as liturgias orientais igualmente proclamam cor6Nossa Senhora Rainha dos Céus, Rainha dos Anjos, Rainha do mundo, Rainha de todos os Santos. Entre os mistérios do Rosário, comumente recitados na Igreja desde o séc. XIII, o último de todos é o da Coroação de Maria no Céu, que foi representado por um dos mais belos afrescos do Beato Fra Angélico de Fiesole.

 

E para indicar a soberania que Ela tem sobre os homens, a Igreja no-La faz proclamar Nostra Domina, que significa precisamente nossa Soberana, nossa Rainha.

 

Vejamos agora como os doutores e o magistério eclesiástico explicam esse gloriosíssimo título da Imaculada Mãe de Deus:

Tendo sido sido a Santíssima Virgem elevada a dignidade cor3de Mãe de Deus,com justa razão a santa a Santa Igreja a honra,e quer que de todos seja honrada com o titulo glorioso de Rainha.(…) Por isso deve julgar-se que a glorio do reino não e só comum entre Mãe e o Filho,mas também que e a mesma para ambos.  Se Jesus e Rei do universo, do universo também e Maria Rainha.

Gregório Fernando Nguenha
Posted in África | Leave a comment

Foi a mim que fizestes…

matola

O cuidado dos enfermos é uma actividade multisecularmente  praticada na Santa Igreja Católica. Várias são as comunidades religiosas que ao longa dos séculos, fizeram das pessoas doentes um ideal de vida. Obedientes ao mandamento do Senhor: “Amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho amado”, essas
piedosas almas e especialmente chamadas para esse serviço, devotam seus esforços em benefício dos irmãos doentes. As continuadoras deste benemérito trabalho são as matola1irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração que fundando um infantário na cidade da Matola, acolhem mais de sessenta doentes. Crianças, jovens e adultos física e psiquicamente desfavorecidos, muitas vezes esquecidos no seio da sociedade, encontram nas freiras,
um regaço acolhedor, ocupando um lugar primordial em seus corações. Numa tarde de um dia corriqueiro, teve o infantário, a alegria de receber em sua residência a banda dos arautos que, como muitas outras
pessoas transformavam em obras as palavras do Salvador: “…estive
doente e viestes me visitar…”.

Dirson C. Machaieie

Posted in África, Arautos do Evangelho, castidade, Church, crianças, religião | Leave a comment

África prepara-se para o Sínodo dos Bispos

D. Jorge Ortiga vai participar enquanto Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa

Serão 36 as conferências Episcopais de África e Madagáscar presentes no Vaticano para participar na Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a África, entre os dias 4 e 25 de Outubro.

O Sínodo vai também contar com a participação de Cardeais da Cúria Romana, dos presidentes das Conferências Episcopais, de representantes de 22 Universidades Católicas, de países como a Etiópia e Egipto, assim como de outras personalidades ligadas à Igreja Católica no continente africano.

A Agência ECCLESIA confirmou que D. Jorge Ortiga, Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, estará também presente no Vaticano e irá participar nos trabalhos do Sínodo.

Segundo D. Damião Franklin, presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST) e secretário especial para o Sínodo dos Bispos Africanos, as áreas da saúde e educação fazem parte de um conjunto de problemas africanos, mas a Igreja não deve substituir o Estado, e sim contribuir para a sua resolução.

“A questão da saúde e da educação são problemas que devem ser equacionados para que a reconciliação na África se torne mais efectiva, assinalou.

O secretário do Sínodo assume mesmo que o continente africano “deve reencontrar-se depois de tantas guerras sangrentas e desacordos”. «A Justiça, a reconciliação e a paz» é o tema do encontro.

Cada Conferência Episcopal está a organizar actividades preparatórias. A eleição de delegados, a organização de simpósios e a reflexão sobre o documento que Bento XVI levou a África, quando visitou os Camarões e Angola, são actividades que internamente cada país está a desenvolver. (ECLESIA)

Posted in Arautos do Evangelho | Leave a comment

Fundador dos Arautos: Recebe condecoração papal

Fundador dos Arautos do Evangelho é condecorado pelo Papa Bento XVI

A medalha “Pro Ecclesia et Pontifice,  uma das mais altas honrarias concedidas pelo Papa àqueles que se distinguiram por sua atuação em favor da Igreja e do Romano Pontífice, foi entregue  pelo Emmo. Cardeal D. Franc Rodé a Mons. João Scognamiglio Clá Dias, numa solene celebração Eucarística, no dia 15 de agosto, na igreja de Nossa Senhora do Rosário, do seminário dos Arautos do Evangelho, localizada na Grande São Paulo.

Mons. João S. Clá Dias é fundador dos Arautos do Evangelho e de duas Sociedades de Vida Apostólica, uma clerical e outra feminina, Virgo Flos Carmeli e Regina Virginum, respectivamente.

No ato de entrega da medalha, por ocasião do 70º aniversário  de Mons. João Clá, o Prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica destacou os méritos do homenageado, recordando as palavras de São Bernardo de Claraval: “No momento de vos entregar a condecoração com a qual o Santo Padre quis premiar vossos méritos, vêm-me à mente as palavras de São Bernardo, no início de seu tratado De laude novae militiae: “Faz algum tempo que se difunde a notícia de que um novo gênero de cavalaria apareceu no mundo ” . Estas palavras podem ser aplicadas ao momento presente. Com efeito, uma nova cavalaria nasceu, graças a Vossa Excelência, não secular, mas religiosa, com um novo ideal de santidade e um heróico empenho pela Igreja.

“Neste empreendimento, nascido em vosso nobre coração, não podemos deixar de ver uma graça particular dada à Igreja, um ato da Divina Providência em vista das necessidades do mundo de hoje.”

Ao agradecer a prestigiosa condecoração com que o Santo Padre o quis agraciar, Mons. João S. Clá Dias ressaltou o brilhante papel do Cardeal D. Franc Rodé na direção do dicastério romano que lhe está confiado e as preciosas orientações que levaram à aprovação pontifícia das duas Sociedades de Vida apostólica: Regina Virginum e Virgo Flos Carmeli. Mas, sobretudo, quis expressar os sentimentos de filial adesão ao Santo Padre que palpitam no coração de todos os membros do movimento dos Arautos do Evangelho, fazendo suas as palavras de um insigne líder católico brasileiro do século XX, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira:  “Tudo quanto na Igreja há de santidade, de autoridade, de virtude sobrenatural, tudo isto, mas absolutamente tudo sem exceção, nem condição, nem restrição, está subordinado, condicionado, dependente da união à Cátedra de São Pedro. (…)“Por isto, é sinal de condição de vigor espiritual, uma extrema susceptibilidade, uma vibratilidade delicadíssima e vivaz dos fiéis por tudo quanto diga respeito à segurança, glória e tranqüilidade do Romano Pontífice. Depois do amor a Deus, é este o mais alto dos amores que a Religião nos ensina. Um e outro amor se confundem até.(…) E nós podemos dizer: “para nós, entre o Papa e Jesus Cristo não há diferença”. Tudo o que diga respeito ao Papa diz respeito, direta, íntima, indissoluvelmente, a Jesus Cristo”.

No dia anterior, 14 de agosto, o ilustre visitante inaugurou com um celebração eucarística a igreja de Nossa Senhora do Carmo, localizada na Casa- Mãe da Sociedade de Vida Apostólica feminina Regina Virginum.

Posted in África, Arautos do Evangelho, Cardeal, católico, Church, Igreja, joao cla, Monsenhor João Clá Dias, Padres Arautos, Papa, Pe. João Clá Dias, Vaticano | Leave a comment

Fotos em Foco: Um presente papal!

Fotos em Foco: Sua Eminência o Cardeal Franc Rodé, C. M. faz a entrega ao Monsenhor João S. Clá Dias da medalha Pro Eclesia et Pontificie

aniv4

 

 

 

 

 

 

 

 

aniv3

aniv41

Posted in Arautos do Evangelho | Leave a comment

Férias em Maputo

feriasAo  findar o  trimestre  depois de meses  intensivos de aulas, Os  Arautos do  Evangelho  em  Moçambique  para  espairecer um pouco a  mente ferias2e para  que ela não, esmoreça realizam  passeios tendo assim a  possibilidade  de conhecer os lugares históricos do seu país, museus, fortalezas, catedrais, etc. podendo assim cada um aumentar a cultura  pessoal.
É  também  com muita  dedicação e generosidade  que os seus formadores se empenham em dar uma formação religiosa  mais intensa e substanciosa para que em meio a tantos  divertimentos  não se  esqueçam  da sua finalidade  nesta  terra. Formação esta recebida com  muito  entusiasmo e  vivacidade  da  parte  dos  participantes.

Narciso O. Sigauque
Posted in África, ambiente, apostolado, Arautos do Evangelho, católico, crianças, Maputo, Moçambique, Mozambique, religião | Leave a comment

Um oceano de bondade!

Maria Santíssima, um oceano de maravilhas que suscita em quem A contempla um  indescritível  poema ou um magnífico cântico.

doce

 

 Maria Santíssima fulgura de tal maneira que ninguém deixe de tecer algum comentário elogioso depois de ter algum contacto com algo que a simboliza, quer seja uma imagem ou uma narração sobre sua grandeza. A razão disso é porque Deus todo poderoso a cumulou de bênçãos e graças como em nenhuma outra criatura o fez. As celebres palavras proferidas pela Virgem Santíssima atestam o quanto Ela é a privilegiada entre  todas as criaturas: “o Senhor fez em mim maravilhas, santo é o seu nome”. E de seguida fez uma profecia estupenda que se concretiza incessantemente com o decorrer do tempo: “de hoje em diante todas as gerações me chamarão de bem-aventurada para sempre.”

Ah! Na verdade, não é necessário fazer muita especulação para perceber a concretização da profecia. É só colocar-se debaixo do celestial olhar da Santa Mãe de Deus e deixar-se envolver pelo seu puro e maternal afeto, que logo de imediato a nossa alma começa a transbordar de alegria que por sua vez fica inundado de gratidão que, ao manifestar esse contentamento em palavras resulta em um poema ou um cântico elogioso à Maria Santíssima. Passando de meras considerações para fatos concretos, importa relatar o que uma respeitável senhora fez de proclamação pública diante duma Imagem peregrina da Virgem de Fátima, na África do Sul: foi numa solene Missa alusiva a um núcleo de famílias que, comemorava mais um aniversário da sua fundação, na qual

uma senhora se destaca  espontaneamente da formação que havia sido feito em torno da Virgem de Fátima, e começa a proclamar maravilhosamente e fazendo gestos reverentes à bendita Mãe de Deus. A tal senhora, usou da palavra o seu próprio dialeto, (zulu) talvez para evitar qualquer embaraço durante a  proclamação e discorrer naturalmente. Foi uma cena que arrebatou aí muita gente proporcionando  ao ambiente uma atmosfera sobrenaturalmente marial e bem poderia se ouvir o eco das palavras proferidas por nossa Senhora: “de hoje em diante me chamarão bem-aventurada todas as gerações.”

Posted in Arautos do Evangelho | Leave a comment

Vaticano escreve aos padres de todo o mundo

Carta do Cardeal Hummes, Prefeito da Congregação para o Clero, fala em descristianização da sociedade pós-moderna

O Cardeal Cláudio Hummes, Prefeito da Congregação para o Clero, enviou esta Terça-feira uma carta aos padres de todo o mundo, assinalando o 150.º aniversário da morte do Cura d’Ars, S. João Maria Vianney, data assinalada por Bento XVI com a convocação de um Ano Sacerdotal.hp_vianney_09Na missiva, o Cardeal brasileiro admite que “a actual cultura ocidental dominante, sempre mais difundida em todo o mundo, através dos media globais e da mobilidade humana, também nos países de outras culturas, apresenta novos desafios, bem exigentes, para a evangelização”.

Para o Prefeito da Congregação para o Clero, os padres dos nossos dias confrontam-se com “uma cultura marcada profundamente por um relativismo que recusa qualquer afirmação de uma verdade absoluta e transcendente e, em consequência, arruína os fundamentos da moral e se fecha à religião”.

“O relativismo vem acompanhado de um subjectivismo individualista, que põe no centro de tudo o próprio ego. Por fim, chega-se ao niilismo, segundo o qual não há nada nem ninguém pelo qual valha a pena investir a própria vida e, portanto, a vida humana carece de um verdadeiro sentido”, acrescenta.

Segundo este responsável, contudo, é preciso reconhecer que “a actual cultura dominante, pós-moderna, traz consigo um grande e verdadeiro progresso científico e tecnológico, que fascina o ser humano, principalmente os jovens”.

“Poderíamos referir-nos ainda a outros aspectos dessa cultura: consumismo, libertinagem, cultura do espectáculo e do corpo. Não se pode, porém, deixar de frisar que tudo isso produz um laicismo, que não quer a religião, faz de tudo para enfraquecê-la ou, ao menos, relegá-la à vida particular das pessoas”, lamenta.

Perante o que classifica como “descristianização, por demais visível, na maioria dos países cristãos, especialmente no Ocidente”, o Cardeal Hummes diz que “os assim chamados ‘pós-cristãos’ poderiam ser tocados e reabrir-se, caso fossem levados a um verdadeiro encontro pessoal e comunitário com a pessoa de Jesus Cristo vivo”.

O membro da Cúria Romana admite que o número das vocações sacerdotais caiu e que “diminuiu também o número dos presbíteros, seja pela falta de vocações seja pelo influxo do ambiente cultural em que vivem”.

Neste contexto, convida a lutar contra o pessimismo: “Não lançaremos a semente da Palavra de Deus apenas da janela da nossa casa paroquial, mas sairemos ao campo aberto da nossa sociedade, a começar pelos pobres, para chegar também a todas as camadas e instituições sociais”.

“Iremos visitar as famílias, todas as pessoas, principalmente os baptizados que se afastaram. O nosso povo quer sentir a proximidade da sua Igreja”, aponta D. Cláudio Hummes. (Eclesia)

Posted in Arautos do Evangelho | Leave a comment

Conflitos sectários na Nigéria

Publicado 2009/07/31
Autor: Gaudium Press/Radio Vaticana
Secção: Mundo

Berlim (Sexta, 31-07-2009. Gaudium Press) Bispos alemães condenaram de forma veemente hoje os conflitos entre milicianos islâmicos e forças de segurança que já deixaram mais de 600 mortos nos últimos dias na Nigéria.

Para o presidente do episcopado alemão, dom Robert Zollitsch, também arcebispo de Freiburg im Breisgau, os ataques só fazem aumentar as tensões já existentes entre cristãos e muçulmanos no norte do país africano. Na Nigéria, os conflitos sectários ocorrem entre grupos étnicos e frequentemente se expadem para questões religiosas.

“Diante dessa situação espero e rezo para que as pessoas de boa vontade não se deixem levar pela onda de violência. A Nigéria precisa de estabilidade e a Igreja Católica continuará investindo na construção do país e da sociedade civil”, frisou o religioso.

Para dom Zollitsch, “a maturidade de um país se revela na capacidade de promover a convivência pacífica entre todos os grupos étnicos e todas as religiões”. O bispo confirmou, ainda, a visita que fará ao país entre 26 de agosto a 5 de setembro.

Posted in África, violência | Leave a comment

Sem recursos o PMA pode suspender voos

chade

Programa Mundial de Alimentos da ONU pode suspender operações por falta de dinheiro

Publicado 2009/07/31
Autor: Gaudium Press/Reuters
Secção: Mundo

São Paulo (Sexta, 31-07-2009, Gaudium Press) O Programa Mundial de Alimentos (PMA) pode suspender dentro de algumas semanas os voos que levam agentes humanitários a alguns dos países mais pobres da África caso não receba novas doações, disse nesta sexta-feira a agência da ONU (Organização das Nações Unidas) responsável pelo programa.

Josette Sheeran, diretora-executiva do PMA, disse na última quarta-feira (29) que a organização havia recebido promessas para apenas 3,7 bilhões de dólares dos 6,7 bilhões necessários para 2009.

A agência disse que sua ponte aérea que atende trabalhadores humanitários no Chade, país em guerra na África Central, só tem dinheiro para funcionar até 15 de agosto. Em fevereiro, o PMA já teve de fechar o serviço aéreo para Costa do Marfim e Níger.

O Serviço Aéreo Humanitário da ONU, operado pelo PMA, também só tem dinheiro para operar os voos para Libéria, Serra Leoa e Guiné até o final de agosto. O órgão precisa de US$ 10 milhões para manter essas operações até o final do ano.

O serviço no Níger, um dos países mais pobres e menos desenvolvidos do mundo, deve ser retomado em agosto, graças a uma doação do Fundo Comum de Auxílio Emergencial da ONU.

Posted in Arautos do Evangelho | Leave a comment

O CENTENÁRIO DE UMA IGREJA

O dia 29 último do ano em curso, festa de Sant’Ana , foi uma data memorável para a Igreja do mesmo nome do bairro da Munhuana. Celebrava esta o novacentésimo aniversário após a sua ereção. A Igreja é obra dos missionários Sacramentinos, atualmente reitorada pelo primeiro Sacerdote moçambicano da mesma ordem: Pe. Geraldo. A cerimônia teve a sua abertura com a celebração Eucarística presidida pelo Arcebispo Dom Francisco Chimoio, concelebrada por dezenas de Sacerdotes da Arquidiocese de Maputo e participada por muitas autoridades políticas, dentre as quais, o ex-presidente de Moçambique: Joaquim Alberto Chissano. Inúmeros fiéis vindos das várias paróquias e vestidos do mesmo uniforme, lotavam o interior, a capela e a parte externa  do Templo,
entretanto, a Missa foi vivamente acompanhada por todos, atraídos pelo significativo acontecimento. Após a solene celebração, foi oferecido um almoço no salão da Igreja que precedeu o entretenimento, onde vários grupos fizeram as suas demonstrações em ação de graças pelo centenário.nova1 Em todo o sucedido nesse dia, pairava um imponderável de graças pelo passado transcorrido, mas sobretudo, pelos séculos futuros que – se Deus quiser – deverá o Sagrado Templo ainda palmilhar.


   
Dirson Castigo Machaieie
Posted in África, arcebispo, católico, Church, Maputo, Moçambique, Monsenhor João Clá Dias, Mozambique, religião | Leave a comment