O Bispo Auxiliar de Maputo visita a casa dos Arautos

“Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas conhecem a mim” (Jo 10, 14)

O pastor: que singela imagem da qual quis o Deus humanado servir-se para demonstrar não somente seu amor, mas sua solicitude, seu desvelo, seu cuidado para com seus filhos. O pastor não é simplesmente um homem que cuida de seu rebanho para ganhar um ordenado. É muito mais do que isso: ele conhece cada uma de suas ovelhas, ele as protege das intempéries, dos ataques de animais ferozes, as guia, cuida de suas feridas, vai ao encalço daquela que se perde. Quase poderíamos dizer que é o pai delas.

E é assim que Nosso Senhor Jesus Cristo quis representar-se: como um pastor.  Devem essas palavras do evangelho nos encher de confiança, de ânimo na consideração do amor paternal, até maternal, que tem Ele por cada um de nós.

Entretanto, um espírito cético poderá questionar: “como isso se mostra concretamente? Se Jesus Cristo está no céu, como poderá cuidar de nós assim?”

Entre outras respostas que poderíamos dar a essa pobre alma, está a de que o Divino Fundador da Igreja Católica, antes de partir para junto do Pai, quis estabelecer representantes seus, desde o Vigário de Cristo na terra, o Sumo Pontífice, passando pelos bispos, até os sacerdotes, que são um prolongamento, uma longa manus do Supremo Pastor que é Ele mesmo.

E quando algum desses pastores deita seu afeto sobre uma ovelha, ou sobre um pequeno rebanho, podem estes sentir o que é o amor que Nosso Senhor Jesus Cristo tem por eles.

Tivemos uma grata e alegre prova disso no último sábado, dia 05 de outubro. Um de nossos mais estimados pastores, Dom João Carlos Hatoa Nunes, auxiliar episcopal do Arcebispo Dom Francisco Chimoio, O.F.M., no governo da arquidiocese e Maputo, visitou-nos, conhecendo, com muito cuidado, toda a casa dos Arautos do Evangelho em Moçambique, perguntando e interessando-se por seu trabalho, ouvindo nossa banda tocar, até tomando uma refeição com todos!

Poder-se-ia pensar que foi uma simples visita. Não é verdade, foi algo além. O pastor esteve com seu rebanho, abençoou-o, pudemos sentir em nós o que diz o salmo: “Como é preciosa a vossa bondade, ó Deus! À sombra de vossas asas se refugiam os filhos dos homens”. (Sl 35, 8). Se Deus tivesse asas, não as usaria para voar, mas para proteger os homens. Assim também fazem nossos pastores.

Nessa visita pudemos também conhecer mais de perto Dom João Carlos, seu profundo conhecimento da Igreja Católica em Moçambique, seus amplos desejos para com ela, sua clara e aguda visão das realidades eclesiais.

Temos certeza que essa visita será um grande sinal das graças do céu para nossas atividades na África, agradecemos de todo o coração a Sua Excelência, enquanto que prometemos nossas orações por sua pessoa e pelo imenso labor que exerce em nossa Arquidiocese.

This entry was posted in África. Bookmark the permalink.

3 Responses to O Bispo Auxiliar de Maputo visita a casa dos Arautos

  1. Pingback: O Bispo Auxiliar de Maputo visita a casa dos Arautos | Arautos do Evangelho

  2. IZONETE BUENO says:

    Salve Maria ! Nossa Senhora cubra com o Manto Divino a todos os Arautos , exemplos de vida p/ nós !

    • alexschurig says:

      Prezada Sra. Izonete,
      Salve Maria!
      Com o manto da Santíssima Virgem sobre nós, podemos fazer qualquer coisa. É um lindo pedido que a senhora faz.
      Reze pela nossa missão!
      Em Jesus e Maria
      Arautos em África

Deixe uma resposta