Festival de coros na Paróquia Sagrada Família da Machava

O que seria das cerimônias litúrgicas sem a música? 

É uma pergunta de difícil resposta, e ainda mais difícil seria para um africano responder… povo alegre, festivo e vivaz, sabem viver os bons e maus momentos da vida com tanta alegria que até se põem a cantar. Nem se diga nas missas, em que muitas vezes o coro ultrapassa o número dos fiéis nos bancos da Igreja.


A Paróquia Sagrada Família da Machava quis aprimorar esse senso musical em suas comunidades, e para isso organizou seu primeiro encontro de corais no último domingo, dia 03 de novembro. Os coros das nove comunidades dessa paróquia, revestidos de belos e coloridos uniformes,  reuniram-se no intuito de colaborarem mutuamente para o progresso das músicas liturgicas.

O encontro iniciou-se com a apresentação de algumas músicas da banda dos Arautos do Evangelho, e a seguir cantou-se o Hino do Ano da fé, tocado pelos Arautos e cantado por representantes dos diversos coros da Paróquia. A seguir tiveram a apresentação de cada coral, o que foi um pequeno espetáculo de afinação e entusiasmo.

 

This entry was posted in África, africano, alegria, música and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

One Response to Festival de coros na Paróquia Sagrada Família da Machava

  1. Salve Maria! Meus votos votos mais ardentes de uma semana repleta de graças superabundantes e eficazes. Obrigado pelo email. De facto quem canta reza 2 veses e a música é a forma suave e mais agradàvel de manifestar o que sentimos expressando tanto pela voz como pelo instrumento musical EX ABUNDANCIA CORDIS, o que abunda no coração. Eu me lembro com enorme saudade do tempo em que meus dedos desfilavam suaves sobre as chaves da clarineta… era paradisíaco! E as inúmeras veses que no coro combinávamos harmonicamente nossas voses POUR CHANTER TON FILS, TON NOM ET TA GLOIRE OH MARIA! Rogo a Deus que um dia possa ter a graça de acompanhar a fanfara tocando a clarineta e cantar com o coro dos Arautos… Assim estou fazendo exercícios de vocalização para não desafinar… Que Nossa Senhora abençoe a fanfarra e o coro dos Arautos em Mozambique e no mundo, URBI ET ORBI. In domina

Deixe uma resposta